M'banda

Imagem
  M'banda é uma palavra do Kimbundu, uma língua Bantu, e com alguns significados, pode indicar um coletivo religioso, a/o líder desse coletivo, mas o de uso mais comum é : magia, a arte de curar. No Kimbundu quando as letras M e N precedem outra consoante, elas tem um som de vogais nasaladas, ou seja: em/en, im/ìn, um/un. A palavra M'banda pode ser lida como embanda, imbanda, umbanda ... Oscar Ribas, escritor e etnólogo Angolano, afirma que em Angola, " Umbanda " é um rito de cura, um tipo de medicina natural que envolve a intervenção de espíritos, é a ciência do Kimbanda ( sacerdote, curandeiro ). O historiador Wilson do Nascimento Barbosa, indica a palavra Nblanda para definir práticas religiosas Bantu no sudeste do país. Nblanda estaria muito além de um movimento religioso, seria uma filosofia espiritual mesclada a uma ideologia social na metade do século 19. Aqui M'banda tem exatamente este sentido, uma filosofia de vida que mescla espiritualidade, princípio

Simbi



Os Bantu são subgrupos que apesar de terem em comum a origem linguística, culturas muito próximas, não têm consenso na mitologia, ou seja, alguns mitos pertencem a alguns povos e a outros não, as vezes o mito é parecido mas os nomes de espiritos são diferentes.

A crença espiritual/religiosa e muito parecida em quase todos os grupos Bantu:

- Deus Supremo

- Espíritos da Natureza ( que também são entendidos como os ancestrais primordiais )

- Ancestrais 


Entre os Kongo, existe uma classe de espíritos chamada Simbi, seres que habitam as águas. Também encontrei a palavra Bsimbi para esses seres...


Também são conhecidos por outros povos da África Central e não existe uma concordância, para alguns são seres aquáticos, para outros são terrestres e são vistos como seres da natureza mesmo, tipo ninfas, driades...


Em alguns mitos, os Simbi sustentam a água de Kalunga que é como um espelho que reflete os mundos, os Bantu acreditavam que o mundo dos vivos é igual ao mundo dos mortos, tipo " que está em cima é como o que está embaixo "...


Os Simbi também são conhecidos em Cuba no Palo e no Haiti no Voodoo, vistos como seres aquáticos, as vezes uma família de serpentes aquáticas...


Nei Lopes indica Simbi como um espírito aquático, de Kiximbi, forte, poderoso.


No Brasil existe o Nkisi Kisimbi, também um ser aquático, de águas doces.


Ki em Kimbundo não tem um sentindo de literal de plural, mas de intensificar, de aumentativo...


Se juntarmos Ki + Simbi podemos entender Kisimbi como um conjunto de poderosos/grandes seres espirituais aquáticos...!?


Proibida a reprodução total ou parcial, sem autorização. Lei nº 9610/98








Postagens mais visitadas deste blog

M'banda

Origem, o mito e o futuro da Makumba

Makumba Karióka - A origem, o mito e a encruzilhada