M'banda

Imagem
  M'banda é uma palavra do Kimbundu, uma língua Bantu, e com alguns significados, pode indicar um coletivo religioso, a/o líder desse coletivo, mas o de uso mais comum é : magia, a arte de curar. No Kimbundu quando as letras M e N precedem outra consoante, elas tem um som de vogais nasaladas, ou seja: em/en, im/ìn, um/un. A palavra M'banda pode ser lida como embanda, imbanda, umbanda ... Oscar Ribas, escritor e etnólogo Angolano, afirma que em Angola, " Umbanda " é um rito de cura, um tipo de medicina natural que envolve a intervenção de espíritos, é a ciência do Kimbanda ( sacerdote, curandeiro ). O historiador Wilson do Nascimento Barbosa, indica a palavra Nblanda para definir práticas religiosas Bantu no sudeste do país. Nblanda estaria muito além de um movimento religioso, seria uma filosofia espiritual mesclada a uma ideologia social na metade do século 19. Aqui M'banda tem exatamente este sentido, uma filosofia de vida que mescla espiritualidade, princípio

M'banda - Terra de Mortos


 

As religiões afro nem sempre tiveram a estrutura que conhecemos hoje, ela aconteceu ao longo dos séculos de ressignificação das religiões tradicionais na diáspora, voltar no tempo nos dá muitas pistas de como eram os cultos em seus primórdios no Brasil e como foram se adaptando de acordo eventos sociais, políticos, etc .


Os bantu foram os primeiros a chegar aqui e não trouxeram uma religião como conhecemos hoje e passou ser uma exigência, não tinham templos, os cultos eram ao ar livre, no meio da mata em louvor aos ancestrais, era o Nkalundu, Nkilundu, ou ainda o Ilundu...


As crenças bantu eram bem centradas no culto aos mortos, alguns povos tinham ideias de divindades, mas o centro do culto eram os ancestrais, e foi assim que se desenvolveram vários cultos ou religiões com estruturas muitos simples e invocação de espíritos...


O Candomblé surge no Rio de Janeiro no final do século 19, ou seja, já existiam outras formas afro religiosas nessa região, então é impossível que o Candomblé como culto a divindades tenha influenciado diretamente as Makumbas Cariocas num primeiro instante, a Makumba era ( e é ) uma religião ( lê-se uma forma de espiritualidade ) centrada no culto aos mortos e as fontes de pesquisa afirmam que eram ritos para resolução de problemas, curas, um tipo de espíritualidade terapêutica. As mesmas fontes afirmam que a Makumba é um culto de origem bantu com influência yorubá com a inserção dos Orixás..


Sempre me perguntam como era antigamente o culto aos Orixás na M'banda/Makumba. Bom, eu realmente só posso falar sobre o que vivi e o que minhas pesquisas acabam dando suporte pra essa vivência. Eu cresci cultuando Orixás tanto no terreiro da minha tia, quanto no terreiro do meu pai de santo, existia o culto, mas hoje quando lembro, tenho certeza que era muito devocional, não existia essa fascinação por divindades, fazíamos as reverências mas o foco era nos espíritos, e não era uma inferiorização dos Orixás, era simplesmente um culto diferente do Candomblé, por exemplo, que é focado em divindades, eu sinceramente acredito que é exatamente este o limite entre o que é lido como Makumba/Umbanda e o que é lido como Candomblé... 


Acho ruim essa fascinação moderna por divindades? Claro que não, são divindades de nossos ancestrais, temos o dever de reverenciá-las, o que me preocupa é descaracterizar cultos antigos com tanta modernidade. A Makumba/Umbanda é totalmente influenciada pelas crenças do povo Ambundo com foco nos ancestrais, antepassados, o Xinguila, o Ilundu...


Busquem vídeos de Makumba/Umbanda antiga pra ver como eram as manifestações de divindades/entidades... 


Em algum momento ficou decidido que entidades eram falangeiros de divindades, como já falei em outros textos estou revendo o uso da palavra falangeiro por ter todo um processo de higienização por conta de tanta releitura das Makumbas. 


Eu até acredito que entidades possam vir representando divindades, mas não numa estrutura de inferiorização dessas entidades. Curioso é que nem no mito de criação de Umbanda existe um foco em divindades, sim em espíritos, o que eu acredito que aproximou do Kardecismo...


Alguns acreditam que as divindades foram removidas da Makumba/ Umbanda num processo de embranquecinento, e pode ser também isso, mas não só isso, a antiga estrutura das Makumbas era focada nos mortos. 


M'banda é terra de mortos!!!



Proibida a reprodução total ou parcial, sem autorização. Lei nº 9610/98


Postagens mais visitadas deste blog

M'banda

Origem, o mito e o futuro da Makumba

Makumba Karióka - A origem, o mito e a encruzilhada